Acne e Alimentação: Qual a relação?

Tempo de Leitura: 2 minutos

A acne vulgar é uma das condições dermatológicas mais comuns em todo o mundo. Sabe-se que múltiplos fatores afetam seu surgimento, incluindo influências genéticas, hormonais, inflamatórias e ambientais. Por causa de suas implicações em muitos desses fatores, a dieta faz parte da discussão sobre a acne há décadas e aqui você vai entender melhor qual a relação entre elas. 

Influência da Dieta na Acne

O desenvolvimento de acne em algumas populações é mais evidente após a adoção de uma dieta de padrão ocidental, por causa da alta consumo de alimentos processados, laticínios e açúcares refinados. No entanto, desenvolvem acne quando ocorre uma cascata de ativação em proteínas inflamatórias e hormônios sexuais que irão aumentar a produção de sebo e oleosidade na pele. O que você deve levar em consideração na alimentação?

Índice Glicêmico dos alimentos: dietas com baixa carga glicêmica reduziram as lesões de acne em comparação com indivíduos com dietas de alta carga glicêmica. 

Leite e derivados: as proteínas do soro do leite, responsáveis ​​pelos efeitos insulinotrópicos do leite, podem contribuir mais para o desenvolvimento da acne. 

Gordura: indivíduos com acne se beneficiam de dietas compostas de peixes e óleos saudáveis, aumentando assim a ingestão de ácidos graxos ômega-3 e ômega-6. 

Probióticos: pesquisas recentes sobre os efeitos da administração de probióticos em indivíduos com acne apresentam resultados promissores.

Vegetariano e Vegano: dietas vegetarianas e veganas incluem ingestão reduzida ou inexistente de todos os tipos de carne (incluindo peixe) e laticínios. Dessa forma, por causa da quantidade de leucina, indivíduos com alto consumo desses alimentos pode ativar a sinalização pró-inflamatória e agravar a inflamação implicada na acne.

Efeitos da Alimentação no Tratamento da Acne

Para que um medicamento oral seja eficaz, ele deve ser absorvido, entrar na circulação e ser entregue e absorvido pelo tecido-alvo. Dessa forma, as características de absorção dos medicamentos incluem a solubilidade no trato gastrointestinal e a permeabilidade nos enterócitos. 

Minerais como cálcio, magnésio, zinco, ferro e alumínio podem quelar com as substâncias presentes nos medicamentos, resultando em má absorção e perda de eficácia. Por isso, recomenda-se que suplementos e antiácidos sejam evitados 4 a 6 horas antes e 2 horas após a administração do medicamento. 

Entretanto, muitos mineiras e vitaminas são importantes para uma pele saudável, e por isso devem ser administrados em horários que não comprometa a absorção dos medicamentos. Além disso, enquanto os antibióticos são mais eficazes quando tomados sem alimentos, eles são menos propensos a resultar em distúrbios gastrointestinais quando tomados com alimentos. 

Prática Clínica

Com base nisso, a alimentação tem relação com a acne, pois um padrão alimentar ocidental rico em alimentos com alto índice glicêmico, laticínios, carne e gorduras de baixa qualidade promove alteração na microbiota intestinal, aumento da sinalização de proteínas inflamatórias e  mudança dos hormônios sexuais. Dessa forma, indivíduos que sofrem com acne se beneficiam da suplementação de ômega 3 e probióticos. 

Referências Bibliográficas 

Sugestão de estudo: Sabia que sua saúde intestinal pode influenciar na acne?

Assista o vídeo na Science Play com  Luana Landeiro: Eixo intestino e pele

Artigo: Baldwin H, Tan J. Effects of Diet on Acne and Its Response to Treatment [a correção publicada aparece em Am J Clin Dermatol. 2020, 26 de dezembro;:]. Am J Clin Dermatol . 2021;22(1):55-65. doi:10.1007/s40257-020-00542-y

Nos siga nas redes sociais

Mais lidas

Próximos eventos

Artigos relacionados