Probióticos

Tempo de Leitura: < 1 minutos

O que são?

Derivado do grego, o termo probiótico significa “para a vida” e foi descrito pela primeira vez em 1965. Atualmente, a Organização Mundial da Saúde OMS define como “organismos vivos que quando administrados em quantidades adequadas conferem benefício à saúde do hospedeiro”. Geralmente, os mais conhecidos pertencem ao gêneros Bifidobacterium e Lactobacillus, bactérias gram positivas produtoras de ácido lático, substância que confere benefício para a saúde da microbiota humana.

Para que servem os probióticos?

Os probióticos atuam melhorando a capacidade de absorção de nutrientes, importantes para manutenção da saúde intestinal, visto que se aderem às mucosas, colonizando-as e agindo de forma competitiva com agentes patogênicos, além de auxiliar na modulação do sistema imunológico. 

Como funcionam os probióticos?

Os probióticos precisam conferir segurança em seu uso, ou seja, não causar danos à saúde e sobreviver à passagem pelo meio ácido do estômago e intestino grosso, seu local de proliferação. Sendo assim, seu uso dificulta que microrganismos patogênicos como Listeria monocytogenes, Clostridium difficile, H. pylori e Salmonella sp. desenvolvam-se a ponto de provocar doenças ao hospedeiro. 

Quando precisa suplementar?

Kombucha e o Kefir de leite são as fontes alimentares de probióticos mais comumente consumidas. Além disso, estão disponíveis na forma de manipulação, amplamente utilizado na prática clínica dos profissionais de saúde.  

Referência

Artigo Efeito dos probióticos na depressão: Huang, R., Wang, K., & Hu, J. (2016). Effect of Probiotics on Depression: A Systematic Review and Meta-Analysis of Randomized Controlled Trials. Nutrients, 8(8), 483. https://doi.org/10.3390/nu8080483

Sugestão de leitura: Qual o papel dos probióticos no nosso organismo?

Nos siga nas redes sociais

Mais lidas

Próximos eventos

Artigos relacionados